Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

França X Ciganos

Imagem
Enquanto houver intolerância, racismo, etc e tal, haverá carma a ser resgatado. Annapon França começa a expulsar ciganos por PATRÍCIA VIEGAS 19  Agosto  2010 Nicolas Sarkozy criticado por relacionar imigração e criminalidade no mesmo pacote de medidas. Os primeiros ciganos romenos que viviam nos acampamentos ilegais que o Governo francês mandou desmantelar nas últimas semanas vão ser expulsos hoje, conforme anunciou o ministro do Interior, Brice Hortefeaux, apesar de uma chuva de críticas da esquerda, dos media, da ONU, da Comissão Europeia e das autoridades de Bucareste e de Sofia. 79 ciganos de origem romena vão partir no voo de hoje, 136 serão reconduzidos na sexta-feira e 160 no próximo dia 26, confirmou o secretário de Estado para a integração da minoria cigana da Roménia, Valentin Mocanu, ontem citado pela AFP. Paris indicou que pretende expulsar até final do mês 700 ciganos romenos e búlgaros que viviam de forma irregular nos 51 acampam

Palavras de Ramatis

Imagem
Mestre Ramatis sempre traz luz às questões de nossas vidas! Espero que apreciem o belo texto que posto por muito admirar e respeitar esse Mestre de Luz e de Amor!  Annapon       Nascimento – Infância – Juventude – Velhice – A Família - Sentido Educativo das Reencarnações – O Dever dos Pais PRIMEIRA PARTE 1 - NASCIMENTO, INFÂNCIA, JUVENTUDE E VELHICE O Espírito não nasce, não cresce, não envelhece e não morre.  É centelha cósmica da Chama Criadora, que é Deus; portanto, não renasce nem é destruído . No nascimento, o espírito, realmente,  encarna-se num novo corpo material . O espirito reencarna, a fim de desenvolver a sua consciência, como entidade emancipada , subordinado às leis de Deus, dispondo de livre-arbítrio. Ele adquire seu autoconhecimento mediante as reflexões sobre seu mundo interior, que foi sensibilizado pelo mundo exterior. Nascer, crescer, envelhecer e morrer são apenas etapas relativas ao tempo decorrido entre o berço e o túmulo, quando o espírito está encarnado . O esp

Maria Padilha

Imagem
Maria Padilha Brasão da Família Padilla (Portugal - Espanha) Da Casa de   Padilha : Um escudo pleno, contendo três pás de prata, em posição vertical, sobre fundo azul, cercado por nove meias-luas, em prata, sendo três acima das pás, três abaixo das pás, uma à direita das pás e duas a esquerda das pás; Um timbre de Águia Imperial Nascente, de cor negra com adornos prata; Um virol, na cor azul e negra, aos pés da Águia Imperial; Dois Paquifes, um a cada lado do Escudo Pleno, nas cores azul e prata. As Cores Para cada cor do brasão da Casa de Padilha existe um significado singular. §                      Prata: pureza, integridade, firmeza e obediência §                      Azul: zelo, lealdade, caridade, justiça, lealdade, beleza e boa reputação. §                      Negro: prudência, astúcia, tristeza, rigor e honestidade. §                          A Águia Negra Conhecida como Águia Imperial Nascente, por ser a insígnia peculiar do