Ensinar Gentileza


Olá,

A humanidade vive, nos dias atuais, o efeito de forte crise.
Tal crise se deve não à perda de valores, mas sim ao início do remanejamento do planeta que se prepara para grande modificação. Consequentemente, a humanidade sofre a turbulência que é inerente a processos de renovação, por essa razão, têm todos a sensação que o tempo passa mais rápido.

É muito comum ouvirmos alguns encarnados falando sobre a perda de valores morais, éticos, religiosos que assolam a humanidade, porém, alertamos que ninguém perde aquilo que não tem e que, se esses mesmos valores tivessem criado raízes fortes, hoje não teriam sucumbido, aliás, há muitos que ainda conservam firmes tais valores, basta somente que haja disposição para olhar em volta.

Tudo é uma questão de impressão e os humanos têm confundido valores, uma vez que se queixam pelo que não recebem e, a seu turno, projetam suas frustrações na forma de intolerância e agressividade, despreocupados com os valores que pregam aos outros, esquecendo de si mesmos.

Vejamos baseados no acima exposto, o que aconteceu com a gentileza, com o ato de ser gentil nesses tempos de turbulência.

Gentileza deveria ser natural, espontânea, mas não é pelo simples fato que cada espírito desenvolveu, ou não, o respeito ao próximo, cada um está na Terra cumprindo a sua tarefa e dentro de seus padrões de evolução, portanto, gentileza não se exige, se espera e se pratica antes de tudo, pois é só pelo exemplo que tal ato cresce e se expande.

Assim como violência gera violência, a gentileza também retorna ao gentil, mesmo que o outro não tenha o hábito, nem tenha desenvolvido em si o dom de ser gentil, é muito pouco provável que reaja à gentileza com violência ou agressividade.

Percebemos que o ser humano tem sido ensinado a ser gentil a força, através das Leis e isso se deve ainda à turbulência pela qual passa o planeta e os espíritos que nele habitam e que se encontram em franco processo de seleção, uma vez que a Terra se prepara para deixar de ser planeta de provas e expiações para evoluir, como é natural.



Voltemos à questão dos valores perdidos e com atenção, se silenciarmos nossas mentes, vamos facilmente descobrir que a humanidade não perdeu valores, ela simplesmente caminha em busca deles.

Deixo minha gratidão e um pensamento:

“Gentileza eleva a alma. É semente promissora que ao ser lançada, retorna em forma de amor”.


Shaà


Annapon em 01.06.2010

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Características dos filhos dos orixás, personalidade dos filhos de Oxalá, Yemanjá, Oxum, Ogum, Oxossi, Yansã, Xangô

Orixá de Frente – Orixá Adjunto – Orixá Ancestral – A natureza humana -

Firmeza e Assentamento (Umbanda)