Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

SÃO CIPRIANO E OS PRETOS VELHOS

Imagem
SÃO CIPRIANO Venerado pela igreja, adorado pelos feiticeiros, respeitado pelos magos… São Cipriano, bispo de Antioquia, passou para a história como um mártir e ganhou a fama co­mo o mago mais conhe­cido do mundo. Nascido no século III d.C., segundo a lenda, ele logo entrou para a irmandade dos magos depois de uma estada entre os persas. Na sagrada terra do culto do fogo, ele aprendeu as ar­tes adivinhatórias e in­vocatórias. Os ances­trais espíritos e gênios eram conhecidos por Ci­priano, que mantinha con­tato fre­qüente com o Mundo Invisível. Voltando para sua cidade natal, Ci­priano começou a exercer sua rentável profissão. Logo adquiriu fama e era pro­cu­ra­do por nobres, comerciantes e guer­rei­ros. Certo dia um cavalheiro apaixo­nado pe­diu um feitiço amoroso, um “filtrum”, co­mo chamamos em magia natural. O al­vo era a bela e jovem Justina, nobre vir­­gem cobiçada por muitos ricos senho­res. Justina havia sido recentemente con­ver­tida a uma nova e estranha r

NÃO COLOQUE A CULPA NO OBSESSOR!

Imagem
O que pode nos causar tantos problemas? por: Bruno J. Gimenes Na grande maioria das vezes, é comum uma pessoa se motivar em buscar sua espiritualidade porque experimenta um período de calamidades emocionais, crises financeiras e existenciais. As portas do mundo parecem fechadas para ela, e realmente é possível que estejam mesmo. São momentos em que tudo dá errado, mas muito errado mesmo, a ponto de todos ao redor sentirem pena. Nesse instante não dá realmente para ignorar que tem algo estranho acontecendo. Além disso, muitas vezes o indivíduo adoece, sendo acometido por dores fortes e outras complicações físicas. Literalmente, o mundo caiu. O que está acontecendo? Na verdade, o mundo caiu mesmo porque foi construído ao longo da vida sem alicerce firme, e agora a pessoa está colhendo o que plantou. Nesses momentos, a pessoa recorre a tudo que ela já tenha ouvido falar, procurando ajuda para renascer e sair dessa lama que sua vida se tornou. No desespero, inicia uma caminhada louca em

Ogun Beira Mar e Ogun Matinata...

Imagem
Dois Cavaleiros e uma só história! Esses dois emissários de São Jorge, viveram, lutaram e morreram juntos. Foram criados desde crianças para a luta. Confiaram sua vida a Deus e a serviço da humanidade. Defenderam a Terra Santa e a Santa Madre Igreja. Morreram lado a lado, lutando por justiça e por honra. A história que vou narrar, transcrevo-a exatamente como ouvi do Senhor Ogum Beira Mar: "Eu nasci no ano de 1268 de Nosso Senhor Jesus Cristo. Meu amigo e companheiro de jornada, Senhor Matinata, nasceu um pouco antes, em 1257, na região que hoje se chama San Vicenzo, na Itália. Seu nome era Guido Franciesco. Meu nascimento ocorreu em território gaulês, hoje ocupado pela França e meu nome era Olave de Gusttave. Apesar da diferença de idade, nos dávamos muito bem. Éramos inseparáveis e sempre lutávamos lado a lado, nos campos de batalha. Dedicamos nossa vida a defender a Igreja e cada um foi designado para servir em uma Ordem. Ele foi destacado para servir a Ordem Soberana e

ENSINAMENTO BÁSICO - MEDICINA NATIVA

Imagem
ENSINAMENTO BÁSICO - MEDICINA NATIVA O ensino básico da medicina nativa é a crença de que o ser humano tem origem cósmica, de que viemos para a Terra para aprendermos em muitas vidas, fazendo a viagem da alma. Os nativos têm as dádivas psíquicas e as habilidades que são passadas de geração à geração, usando-as com respeito, sabedoria e conhecimento. O conceito que vigora no xamanismo é que ninguém se auto inicia. A iniciação tem um fundamento nas bênçãos recebidas pelos instrutores que nos passam essa "autorização espiritual" para conduzirmos cerimônias. Isso é honrar o conhecimento e não usurpar, e nem banalizar o processo de iniciação espiritual. Perante a sociedade atual em que vivemos é a mesma coisa. Não basta termos conhecimentos médicos. Se a sociedade não nos dá um diploma não podemos exercer a medicina. Não basta termos conhecimento sobre as emoções, se não recebermos um diploma, ou melhor, se não nos formarmos, poderemos ser conselheiros, mas não psicólogos. Tudo qu