Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

UMBANDA e os aspectos metafísicos e transcendentais da abertura dos trabalhos

Imagem
UMBANDA e os aspectos metafísicos e transcendentais da abertura dos trabalhos O ritual de abertura de uma gira de Umbanda é um dos mais importantes e determina toda a sustentação vibratória magística com os Orixás, que serão fundamentais para a atuação mediúnica dos benfeitores espirituais.   Não por um acaso é um momento ritualizado, que exige disciplina, silêncio e concentração,que devem ser acompanhados de atitudes mentais e disposições emocionais imbuídas da mais alta fraternidade e amor ao próximo.  Ocorre que são momentos que antecedem – abrem – o acesso a um plano supra físico e atemporal, o qual vai sendo criado e desenvolvido no interior de cada um dos médiuns presentes à sessão, proporcionalmente ao grau de união e uniformidade ritualística que se tenha para esse momento na corrente, objetivando a criação e sustentação da egrégora pela emanação mental dos componentes da corrente,aos quais os espíritos do lado de lá atuarão “ancorados” para se manifestare

EWÁ

Imagem
EWÁ Ewá é a divindade do canto, das coisas alegres e vivas. Dona de raro encanto e beleza, é considerada como a Rainha das mutações, das transformações orgânicas e inorgânicas. É o Orixá que transforma a água de seu estado liquido para o gasoso, gerando nuvens e chuvas. Quando olhamos para o céu e vemos as nuvens formando, às vezes, figuras de animais, de pessoas ou objetos, não nos importamos muito. Porém, ali está Ewá, Rainha da beleza, evoluindo solta pelos céus, encantando e desenhando por cima do azul celeste da atmosfera da Terá.  Ewá é também o inicio da chuva, regida por sua mãe Nanã. Este seu principal encantamento: o ciclo interminável de transformação da água em seus diversos estado, incluindo o sólido. Ela, como todos os outros, está entre nos no cotidiano, convivendo e influenciando nosso comportamento, mexendo com nosso destino, gerando situações que vamos viver diariamente. Ewá também esta ligada às transformações orgânicas e inorgânicas, que se

A MAGIA DAS PLANTAS

Imagem
A MAGIA DAS PLANTAS "Antigamente, os animais eram dotados de fala e viviam em alegre harmonia com os homens, mas a humanidade começou a reproduzir-se tão depressa que os animais foram forçados a morar nas florestas em lugares desertos, e a velha amizade entre animais e homens foi esquecida. Quando os homens inventaram armas e passaram a caçar animais para alimento e obtenção de suas peles, a distância aumentou ainda mais. Os animais começaram a pensar em modos de retaliação. Cada espécie animal se reuniu e resolveu declarar guerra aos homens também: a tribo dos Ursos, com o chefe Velho Urso Branco, os Veados com o chefe Pequeno Veado, os Répteis, os Peixes e por fim os Pássaros, os Insetos e outros pequenos animais. Cada tribo decidiu causar um tipo de doença nos homens: os Veados causariam reumatismo, Répteis e Peixes assombrariam os homens durante seus sonhos, enlouquecendo-os etc, etc. As plantas, que eram amigas dos homens, ouvindo os planos dos animais, decidira

OS ESTRANHOS PODERES DOS XAMÃS

Imagem
OS ESTRANHOS PODERES DOS XAMÃS Texto extraído do Time-Life - Poderes da Mente Atualmente, a suposição de que há poderes misteriosos tende a ser vista com uma boa dose de ceticismo. Muitas culturas, porém, aceitam o contato com as forças sobrenaturais sem questioná-las. Desde a aurora dos tempos, as sociedades tribais veneram indivíduos que supostamente possuem a capacidade de comunicar-se com espíritos e divindades. Chamados profetas, curandeiros ou médicos - mas, de um modo mais amplo são conhecidos como xamãs. Eles são requisitados para curar enfermidades físicas ou emocionais, obter alimento quando há fome, ajudar a encontrar objetos perdidos ou roubados, prever o futuro, controlar o tempo, trazer de volta almas fugitivas dos enfermos e guiar a dos mortos. Em geral os xamãs entram em transe para tenta fazer contato com o mundo espiritual. Para atingir esse estado alterado de consciência empregam meios semelhantes aos adotados em certos experimentos da moderna paraps