Curiosidade sobre a imagem de Iemanjá

 



Curiosidade sobre a imagem de Iemanjá

A estátua de Iemanjá representada por uma mulher branca, vestida de azul, com cabelos negros e longos, que aparece acima do mar, é uma imagem que foi descrita por uma clarividente senhora Dala Paes Leme – história contada por Pai Ronaldo Linares.
Disse ele que na década de 50 essa senhora Umbandista viu Iemanjá sobre as águas do mar no Rio de Janeiro e a descreveu para um artista desconhecido que fez o primeiro quadro de Iemanjá e a partir desse quadro então foi idealizada a imagem de gesso.
As tradicionais imagens de gesso de Iemanjá começam a aparecer tardiamente nos Terreiros de Umbanda. Surge entre a década de 50, 60 e na década de 70 essa imagem vai se popularizar.
A imagem da mulher branca que representa Iemanjá na Umbanda portanto é fruto de visão mediúnica que merece todo o nosso respeito, mesmo porque a maioria dos Umbandistas reconhece a Mãe Rainha do Mar através dessa imagem que criou raízes no mental coletivo Umbandista.
Sabemos que imagens dizem pouco diante da imensidão da energia dessa Orixá que chegou até nós pela fé e cultura africana e que por sua vez foi absorvida pela Umbanda nascida e anunciada no Brasil.
A Umbanda respeita todas as religiões, bebeu na fonte de algumas e cada núcleo Umbandista traz, mais ou menos, a influência da religião que mais marcou o sacerdote responsável por cada comunidade.
Mais do que nunca precisamos de união, de respeito às tantas formas de cultuar as forças Divinas no meio Umbandista.
Amamos Iemanjá em sua várias formas e que esse amor prevaleça sempre acima de qualquer coisa.
Anna Pon

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Características dos filhos dos orixás, personalidade dos filhos de Oxalá, Yemanjá, Oxum, Ogum, Oxossi, Yansã, Xangô

Orixá de Frente – Orixá Adjunto – Orixá Ancestral – A natureza humana -

Firmeza e Assentamento (Umbanda)