Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

Omolokô - por Pai Caio de Omulu -

Imagem
Olá amigos!O texto abaixo é muito interessante e esclarecedor a todo aquele que gosta de estudar e compreender a espiritualidade e sua diversidade. Aos Umbandistas é mais um esclarecimento e oportunidade para reflexão. O texto nos permite a visualização de uma das tantas maneiras de se cultuar a Umbanda com forte influencia do Candomblé. O autor do texto coloca de forma muito clara alguns assuntos antes reservados a "seleto" grupo de iniciados/sacerdotes. Considero tal atitude positiva e coerente com nosso tempo e evolução. Com certeza, como ele mesmo diz, tudo evolui, assim sendo todas as religiões também evoluem mesmo que alguns não queiram e, para que a evolução aconteça, pessoas são preparadas pela espiritualidade para colaborarem, de forma efetiva, com esse processo. Penso que uma delas é o autor do texto abaixo. É sempre muito bom conhecer as religiões e como elas lidam com a espiritualidade, sempre aprendemos com a leitura e nossos horizontes, nessas horas, se ampliam e n…

O PODER DO SAL GROSSO

Olá pessoal!


Muito bom esse texto e posso confirmar que o escalda pés funciona mesmo! Relaxa bastante a musculatura e confere uma boa noite se sono!


Quanto a usar nos cantos da casa, também recomendo!


Testem! É muito bom!


Annapon



Quem diria, o sal grosso tem o mesmo comprimento de onda da cor violeta! Interessante!!!

Os Poderes do Sal Grosso


O sal grosso é considerado um potente purificador de ambientes. Povos

distintos usam o sal para combater o mau-olhado, e deixar a casa a salvo de

energias nefastas.


O sal é um cristal e por isso emite ondas eletromagnéticas que podem ser

medidas pelos radiestesistas. Ele tem o mesmo cumprimento de onda da cor

violeta, capaz de neutralizar os campos eletromagnéticos negativos. Visto do

microscópio o sal bruto revela que é um cristal, formado por pequenos

quadrados ou cubos achatados. As energias densas costumam se concentrar nos

cantos da casa. Por isso,*colocar um copo de água co m sal grosso ou sal de

cozinha equilibra essas forças e deixa a casa mais leve. Para…

Expurgo de fluídos psíquicos do perispírito

Imagem
Expurgo de fluídos psíquicos do perispírito
Embora a tradição católica tenha criado a idéia de um inferno incompatível com a bondade de Deus, mais tarde os próprios autores dessa lenda religiosa amenizaram a punição infernal, criando um purgatório, ou seja, uma estação de fogo expiatório, entre o céu e o inferno. Conforme explicam os dogmas católicos, os pecadores lançados no inferno jamais se livrarão do fogo eterno, enquanto os condenados às chamas do purgatório são mais felizes, pois gozam de "sursis" concedido por Jesus, depois dos insistentes pedidos e apelos de Nossa Senhora, ou então, se libertam mediante o número de missas rezadas na Terra pelos sacerdotes católicos. Enquanto não há nenhuma possibilidade de fuga ou de perdão para o pecador condenado ao fogaréu infernal, as almas do purgatório terminam alcançando o céu assim que cumprirem as penalidades de suas sentenças ou se beneficiarem pela recomendação oficial do Clero do mundo terreno.

Embora a mente fan…

Lançamento da Obra " A Cabana de Pai Inácio"

Imagem
Olá pessoal!
Mais uma missão cumprida com muito amor e fé!
Espero que essa história traga bons e reflexivos momentos aos seus leitores!
Desde já agradeço a todos,
Annapon


Lançamento Julho/2012


Sinopse: Raras obras terão conseguido, como esta, oferecer um painel tão completo, nos dois lados da vida, do delicado complexo que é um centro umbandista dedicado à verdadeira caridade. Pai Inácio é o guia-chefe responsável pela criação e expansão de um terreiro, nos primórdios da umbanda, logo após o advento do Caboclo das Sete Encruzilhadas através de Zélio de Moraes. Ele e Mãe Joana, personagens já conhecidos do público após o sucesso da obra A História de Pai Inácio, são mentores dessa casa.
Na estruturação do templo, vão sendo introduzidas as diversas linhas da umbanda. São os pais e mães velhos, com sua sabedoria, os caboclos, as crianças, e finalmente, para grande espanto dos encarnados, os guardiões ou exus e as pombas-giras – estes, vistos com a desconfiança habitual dos que desconhecem sua v…