Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010

Finados

Imagem
Equipe do CVDEE Pergunta: Estamos nos aproximando do dia 2 de novembro, que é considerado um dia dedicado aos mortos, aos finados. O respeito da legislação vigente chega inclusive a declarar a data como feriado nacional, no intuito de que as pessoas possam prestar suas homenagens ao parentes e conhecidos já desencarnados. Os espíritas são naturalmente questionados a respeito do assunto. Como a Doutrina Espírita encara este tema?
Resposta: Realmente o tema desperta algumas dúvidas. Mesmo alguns companheiros espíritas perguntam se devem ou não ir aos cemitérios no dia 2 de novembro, se isto é importante ou não. Antes de tudo, lembremos que o respeito instintivo do homem pelos desencarnados, os chamados mortos, é uma conseqüência natural da intuição que as pessoas têm da vida futura. Não faria nenhum sentido o respeito ou as homenagens aos mortos se no fundo o homem não acreditasse que aqueles seres queridos continuassem vivendo de alguma forma. É um fato curioso que mesmo aq…

Flor de Lótus

Imagem
Texto retirado do site Portal da Índia

Certo dia, à margem de um tranqüilo lago solitário, a cuja margem se erguiam frondosas árvores com perfumosas flores de mil cores, e coalhadas de ninhos onde aves canoras chilreavam, encontraram-se quatro elementos irmãos: o fogo, o ar, a água e a terra. - Quanto tempo sem nos vermos em nossa nudez primitiva - disse o fogo cheio de entusiasmo, como é de sua natureza. É verdade - disse o ar. - É um destino bem curioso o nosso. À custa de tanto nos prestarmos para construir formas e mais formas, tornamo-nos escravos de nossa obra e perdemos nossa liberdade. - Não te queixes - disse a água -, pois estamos obedecendo à Lei, e é um Divino Prazer servir à Criação. Por outro lado, não perdemos nossa liberdade; tu corres de um lado para outro, à tua vontade; o irmão fogo, entra e sai por toda parte servindo a vida e a morte. Eu faço o mesmo. - Em todo o caso, sou eu quem deveria me queixar - disse a terra - pois estou sempre imóvel, e mesmo sem minha vont…

Mediunidade e Obsessão

Mediunidade e Obsessão


A mediunidade sempre fez parte da minha vida.Aos seis anos era sonâmbula. Levantava-me à noite como se fosse um zumbi.E me lembro claramente da minha tia tentando me acordar. Minha irmã e minha tia Áurea dividiam o quarto comigo.Eu não andava como os sonâmbulos de um filme de terror: olhos fechados e os braços esticados. Andava normalmente com os olhos abertos. Minha tia era idosa e muito católica.Ficava com receio de que eu abrisse a porta do quarto de madrugada , atravessasse a sala e ganhasse a rua.Ela tentava me acordar me chamando com insistencia. Era penoso acordar daquela maneira.Eu me via em pé com a mão na maçaneta da porta. Afora o sonambulismo eu tinha pesadelos terríveis. Meus pais, assustados, corriam para meu quarto. Minha mãe ficava apavorada! Eu sentia mãos apertando o meu pescoço e tentando me enforcar.

Meu pai sempre foi espírita , mas me levou ao médico para descartar qualquer problema físico. O neurologista receitou alguns medi…

Médiuns/Mediunidade - Revista Isto É -

O Amor de Deus é a luz que nos ilumina.

O Poder dos Médiuns - A ciência comprova que o cérebro deles é diferente

A edição da Revista ISTOÉ tráz uma reportagem sobre Médiuns / Mediunidade.

O poder dos médiuns
Como a ciência justifica as manifestações de contato com espíritos e por que algumas pessoas desenvolvem o dom
por Suzane Frutuoso fotos Murillo Constantino


O espiritismo é seguido por 30 milhões de pessoas no mundo. O Brasil é a maior nação espírita do planeta. São 20 milhões de adeptos e simpatizantes, segundo a Federação Espírita Brasileira – no último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 2,3 milhões declararam seguir os preceitos do francês Allan Kardec, o fundador da doutrina. A mediunidade, popularizada pelas psicografias de Chico Xavier, em Uberaba (MG), ganhou visibilidade nos últimos anos na mesma proporção em que cresceu o espiritismo. Mas nada se compara ao poder da mídia atual, que permite debater os ensinamentos da religião por meio de livros,…

Suicídio

Imagem
Amigos, O texto abaixo dá uma idéia do que seja o ato suicida e suas consequencias, porém, tenho ressalvas pessoais a fazer:

Amizade

Imagem
A Amizade
Nobre sentimento é a amizade. È laço que une as almas para todo o sempre, jamais se esquece um amigo ainda que este não esteja, no momento, em nosso convívio. Essa é uma das razões pela qual algumas pessoas, vez ou outra, sentem saudade de alguém, mas não sabem especificar ao certo de quem. Isso ocorre quando o grande amigo ou está desencarnado ou está encarnado muito distante fisicamente, porém, o laço de amizade, afinidade, que não se rompe nem com o desencarne nem com a distancia, nos liga sempre ao pensamento do nosso grande amigo pelo qual sentimos afeto e saudade. Quando desencarnados, nossos amigos, afetos que conquistamos ao longo de nossa trajetória evolutiva, estando em condições e devidamente autorizados pelo Mais Alto, podem nos ajudar a vencer as mais duras provas da vida nos intuindo no bem, por exemplo, ou nos ajudando a encontrar o melhor e mais saudável caminho a seguir para que nossa alma retorne ao plano espiritual melhor de que quando na Terra chegou. Muito s…

Adultério - Infidelidade -

Imagem
Olá amigos! Compartilho com vocês esse texto ótimo retirado do fórum espírita, link abaixo. A pessoa que o redigiu foi realmente muito clara e feliz em suas citações. Espero que apreciem e reflitam, assim como eu fiz! Um grande abraço a voce, leitor desse blog, Annapon



ADULTÉRIO   
            O triângulo afetivo, nunca se forma a contento, e, termina, sempre, na vida, em trio de sofrimento"

Todos nós vivemos em uma sociedade organizada, sujeita a regras de procedimento, úteis e necessárias para facilitar a vida e permitir a coexistência agradável. São as NORMAS de conduta. Por serem havidas como indispensáveis, são ensinadas desde a infância e acabam absorvidas e interiorizadas para nortear o comportamento civilizado. De outro lado existem os IMPULSOS naturais, os instintos do ser humano, tais como a agressividade, a sexualidade, etc, que não conhecem, não aceitam e nem seguem normas.

Diante de uma situação antagônica o homem entra em conflito. Faz parte de sua essência viver dividido…