Postagens

Destaque

Divaldo Franco e a cara do movimento espírita brasileiro, por Marcelo Teixeira

Imagem
  Divaldo Franco e a cara do movimento espírita brasileiro, por Marcelo Teixeira “Oi, amigo. Lamento, mas não estou lendo esse tipo de material.” Estava começando a pensar de onde partiria para escrever este artigo quando recebi a mensagem acima transcrita, vinda de uma pessoa espírita conhecida minha. Havia enviado para ela e muitos outros amigos de ideal alguns textos criticando a homenagem que o médium e tribuno baiano Divaldo Pereira Franco recebeu do atual presidente da República, Jair Bolsonaro. Divaldo, no início de julho de 2022, foi agraciado com uma comenda em honra ao trabalho social por ele desenvolvido. Eu e muitos outros companheiros de doutrina espírita (sim, somos muitos) jamais aceitaríamos algo semelhante vindo de um presidente que é pródigo em desrespeitar a vida com declarações escancaradamente machistas, homofóbicas, racistas e misóginas. Um presidente que tem, como ídolo, um torturador; vive fazendo ‘arminha’ com as mãos e, por tabela, incentiva a população a anda

Mediunidade e Você

Imagem
  Mediunidade e Você  Intuição   - Exerça a faculdade da percepção clara e imediata, mas para ampliar-lhe a área de ação, procure alimentar bons pensamentos de maneira constante.  Clarividência  - Agradeça a possibilidade de ver no Plano Espiritual; no entanto, no esforço do dia a dia, detenha-se no lado bom das situações e das pessoas, para que os seus recursos não se comprometam no mal.  Clariaudiência  - Regozije-se por escutar os desencarnados; todavia, aprenda a ouvir no cotidiano para construir a felicidade do próximo, defendendo-se contra a queda nas armadilhas da sombra.  Psicofonia  - Empreste suas forças para que os Espíritos falem com os homens; contudo, na experiência comum, selecione palavras e maneiras, a fim de que o seu verbo não se faça veículo para a influência das trevas.  Psicografia  - Escreva com as entidades domiciliadas fora do mundo físico, mas habitue-se a escrever em benefício da paz e da edificação dos semelhantes, impedindo que a sua inteligência se faça ca

7 Médiuns Fracassados

Imagem
  7 Médiuns Fracassados  por Chico Xavier / André Luiz  O texto abaixo é uma versão editada de fragmentos retirados do excelente livro “Os Mensageiros”, de Chico Xavier, por André Luiz.  Trata-se de relatos nos quais médiuns desencarnados que falharam na missão apresentam as causas do fracasso, o que para todos nós é oportunidade de missão, afinal quem está livre de se enganar e deixar-se levar pelo ego, vaidade etc.? Espero que todos tenham uma boa leitura.  Primeiro Caso   “Cumprida a primeira parte do programa, aos vinte anos de idade fui chamado à tarefa mediúnica, recebendo enorme amparo dos benfeitores invisíveis. Recordo ainda a sincera satisfação dos companheiros do grupo doutrinário. A vidência, a audição e a psicografia, que o Senhor me concedera, por misericórdia, constituíam decisivos fatores de êxito em nossas atividades. A alegria de todos era inexcedível. Entretanto, apesar das lições maravilhosas de amor evangélico, inclinei-me a transformar minhas faculdades em fonte d

Irmandade dos Semirombas e Sakáangás

Imagem
  Irmandade dos Semirombas e Sakáangás  Por: Cantinho de Francisco de Assis Esses dois termos foram perdidos completamente nas areias do tempo, dentro do movimento umbandista contemporâneo. Algumas vezes a palavra Semiromba ainda aparece em destaque, muito por movimento de antigos praticantes da Umbanda ou novos praticantes da antiga Umbanda, mas  infelizmente ainda aparecem também na boca de pessoas que se utilizam das práticas de Umbanda para bens financeiros. Algo que é totalmente antagônico com a palavra Semiromba. A princípio Semiromba é um adjetivo usado para designar um homem puro, mas se tornou substantivo ao se referir a São Francisco de Assis, este considerado o mais puro dos homens que algum dia encarnaram na terra, tendo apenas Jesus Cristo como alguém mais puro. São Francisco rege e lidera a sexta falange da linha de Oxalá, que leva seu nome: Falange de São Francisco de Assis. São Francisco dispensa apresentações. Tido como aquele que mais se aproximou da humildade e abneg

Orixás

Imagem
Orixás na Umbanda O planeta em que vivemos e todos os mundos dos planos materiais se mantêm vivos através do equilíbrio entre as energias da natureza. A harmonia planetária só é possível devido a um intrincado e imenso jogo energético entre os elementos que constituem estes mundos e entre cada um dos seres vivos que habitam estes orbes. Um dado característico do exercício da religião de Umbanda é o uso, como fonte de trabalho, destas energias, ou faixas vibratórias. Vivendo na Terra, o homem convive com leis desde sua origem e evolução, que mantêm a vitalidade, a criação e a transformação do planeta, dados essenciais à vida como a vemos desenvolver-se a cada segundo. Sem essa harmonia energética o orbe entraria no caos. A essa faixa vibratória de alta força energética chamamos orixás, usando um vocábulo de origem Yorubana, que tem como significado "dono da cabeça", mostra assim a relação existente entre o mundo e o indivíduo, entre o ambiente e os seres que nele habitam. Noss