Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2020

Fanatismo não combina com Umbanda

Imagem
Fanatismo não combina com Umbanda
Tornar-se fanático é substituir o Divino, o essencial, pelo transitório. É se perder no caminho da fé porque já não crê mais em Deus e sim naquilo que Ele pode lhe dar.
O fanático estreita a visão e apenas enxerga o que quer. Não explora possibilidades, engessa o pensamento e nele se fecha até sufocar ou causar danos a quem com ele convive. É hábil em tentar ganhar simpatizantes, porém, seu discurso, pouco provido de fundamento, se perde, se isola em dogmas e preconceitos.
O fanático pensa que a religião dele é a melhor e única.
O fanatismo religioso é a fé que adoeceu porque vê apenas a parte material das coisas negligenciando o Sagrado, o Divino que a todos acolhe. Pretende, com sua fé frágil, salvar a todos a partir de suas crenças.
O fanático se apega a dogmas, tabus, se reveste de falsa santidade. Seu moralismo pode gerar ódio, pois, dessa forma, abandona a luz sagrada do amor que a tudo compreende sem compactuar com o erro, com o desvio da fé verdade…

Pós morte e funeral na Umbanda

Imagem
 Pós morte e funeral na Umbanda 

Dia 02 de novembro é o dia dos mortos ou finados. A data é muito importante para os cristãos e nós, Umbandistas, de alguma forma, inserimos essa tradição não em nossos ritos, ou algo semelhante à Igreja Católica, mas, sim, louvamos o Orixá Omulu, senhor da morte e das transições.
Apesar de apegados à vida, como qualquer outra pessoa em sua crença, reverenciamos ou cultuamos, em alguns casos, uma divindade regente da Morte (rupturas-passagens-transições), pois acreditamos na necessidade de compreensão desses aspectos da vida.
Como Umbandistas, acreditamos que a morte não é o fim da vida e sim encerramento de um ciclo, ou, jornada, onde a regência do Orixá Omulu atua. Cremos ainda que cada um é direcionado à esfera espiritual condizente com seu estado emocional e espiritual, ou seja, conforme tenha vivido a experiencia encarnada.
Somos atraídos à locais bons ou ruins, conforme a vibração que alimentamos enquanto encarnados. Nós morremos para a matéria e renas…

Drogas e Espírito

Imagem
Visão espírita sobre a influência das drogas no nosso espírito.Lembrando que, os ensinamentos espíritas, por vezes, são enérgicos com tendências às antigas punições do catolicismo. 
Deve-se extrair apenas o bom sumo, sem os exageros, refletir sobre o que a espiritualidade diz e, a partir daí concluir. 
Anna Pon 
ALÉM DOS DANOS FÍSICOS, CAUSADOS PELAS DROGAS, HÁ TAMBÉM DANOS ESPIRITUAIS? 
Em muito maior escala.  O corpo humano é um maravilhoso empréstimo da Vida, para a vida.  Qualquer excesso, qualquer abuso, qualquer uso indevido, repercutirá na consciência, alertando quanto aos prejuízos. Isso é válido para qualquer desregramento. Tudo o que contraria o equilíbrio somático desajusta a harmonia do trinômio: corpo/perispírito/espírito.  Tais desajustes começam por provocar doenças no corpo físico e terminam por carrear inenarráveis tormentos espirituais.  Alerta-nos o Espírito André Luiz, em "Evolução em dois mundos", Ed.FEB, Cap. XX -"Invasão Microbiana" que "as depr…