Postagens

Mostrando postagens de 2015

Selfies intermináveis

Imagem
A que ponto pode chegar a vaidade?

Conheci alguém esteticamente bonita, mas não tão bonita quanto seu narcismo crê.

Horas no salão de beleza, em frente ao espelho em selfies intermináveis, segue nossa protagonista vivendo encastelada, crendo no poder das imagens e das palavras quase sempre mal escritas, mas, como todo elogio é bem vindo, sorri essa mulher ignorando as falhas graves da língua portuguesa, afinal elogio é elogio e jamais se dispensa, pensa ela, é claro.

Quando participa de reuniões sociais, sai de casa enfeitada, perfumada, sem deixar nenhum detalhe para trás e, fatalmente, armada de um bom celular capaz de registrar sua presença, mesmo que fria, mesmo que seja presente ausente, tem de registrar.

Chegando ao evento, alguns ela cumprimenta, outros, simplesmente ignora, talvez porque selecione os que possam, eventualmente, curtir suas "belas" imagens de selfies intermináveis, talvez.

Cumprimentos feitos, senta-se rapidamente buscando a melhor posição para navegar em s…

Sobre histórias das entidades

Imagem
Olá!

Navegando por algumas páginas, na Internet, encontramos posts com os seguintes títulos:
" História da Pomba Gira ..." História do Caboclo ..." História do Exu ...", muito bem, encontramos ainda, nos comentários dos mesmos, as seguintes frases mais comuns:
" Quero saber qual é a história da Pomba Gira..." "Qual é a história do Exu ..." e assim por diante.
O que não fica claro, nem tampouco se explica nesses posts é que entidades usam o mesmo nome sem com isso serem as mesmas, por exemplo: Quantos Joões existem no Brasil? E Marias? Quantas são? A resposta é milhares. Acontece o mesmo com as entidades que, no mais das vezes, usam um determinado nome para que sejam facilmente identificadas dentro das linhas/falanges de trabalhos.
Assim como as histórias de vida das pessoas encarnadas, cada espírito tem a sua própria história de vida e de morte, cada uma viveu numa determinada época e morreu em circunstancias únicas, mesmo que, nos grupamentos das fa…

O Sacerdócio de Umbanda

Imagem
O Sacerdócio de Umbanda
O que é Sacerdócio? – Quem é o Sacerdote de Umbanda? – Sacerdócio Vertical e Horizontal –

O Xamanismo é a expressão primeira da religiosidade do ser humano, é uma expressão natural a do Xamanismo primitivo.
O Xamanismo mostra que a expressão do êxtase, do transe religioso, do estado alterado de consciência, vai muito além daquilo que classificamos e rotulamos como mediunidade.
 O Xamã é alguém que se torna Xamã por dois caminhos, ele é um homem normal, comum, que passa a ter dificuldades emocionais, espirituais, ele vê coisas, ele sente coisas e muitas vezes ele fica até doente com doenças que não têm explicação, isso se conhece por doença Xamânica.
Em algum momento, ele se auto cura, ele tem uma visão, um encontro com um espírito ou com uma divindade, com um ser, com uma força, com um mistério, ele passa a ser portador desse mistério, se torna um Xamã, isso é o Xamanismo de investidura vertical.
Ele se torna Xamã pelo contato direto com o transcendente, com aquilo…

– Elementos de Magia – Pemba, Pedras, Ervas, Águas -

Imagem
– Elementos de Magia – Pemba, Pedras, Ervas, Águas -
O que é a pemba?
 A pemba é nada mais do que um giz, um mineral e é feita do mesmo material que se faz o giz de quadro negro, o valor da pemba é ser um mineral.
Desde o início da religião, a pemba é utilizada na Umbanda, a magia de pemba  é uma magia legítima da religião de Umbanda.
Na Tenda Espírita Nossa Senhora da Piedade, no Terreiro de Zélio de Moraes, antes de se começar os trabalhos, com a pemba são riscados no chão os pontos dos Orixás e dos Guias.
Quando você firma um ponto de um Orixá com a pemba, você está fazendo uma firmeza, você faz um símbolo, o símbolo de Ogum são duas espadas cruzadas, de Oxóssi: duas flechas cruzadas; símbolo de Obaluayê: um cruzeiro; de Oxalá: um sol ou uma estrela de cinco pontas ou uma cruz sozinha; de Oxum: um coração; de Oxumaré: um arco-íris; de Logunan: uma espiral, de Xangô: um machado ou uma estrela de seis pontas; de Egunitá: uma estrela de seis pontas cruzada no centro ou um raio; de Yansã:…