Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2019

Magia na Umbanda

Imagem
Magia na Umbanda  Por Alexandre Cumino 
“Umbanda é espiritismo prático, é Magia Branca, é sessão de espiritismo realizada em mesa ou terreiro, para a prática do bem”  Lourenço Braga, 1941 
Boa partes dos autores umbandistas afirmam que “Umbanda é Magia”, encontrando na mesma (na Magia) o sentido e a origem de ser da religião. 
O que fundamenta este raciocínio é a larga utilização de elementos mágicos e rituais nas práticas umbandistas. Observamos desde trabalhos mais requintados sugeridos pela literatura umbandista até a forma mais popular de magia como benzimentos, rezas fortes, passes (imposição de mãos), receitas de banhos e chás. 
As entidades de Umbanda manifestam diferentes procedimentos para realizar sua magia, o que pode ser justificado com a variedade cultural que se mostra por meio do arquétipo assumido por elas como caboclo, preto-velho, baiano, boiadeiro, marinheiro, orientais (chineses, hindus, persas e outros), exus e pombagiras. 
A rigor cada um tem a sua magia, no entanto…

Alguns Esclarecimentos sobre a Curimba

Imagem
Alguns Esclarecimentos sobre a Curimba Por Fernando Sepe 
Louvação aos Ogãs 
"Ah, como é lindo o batuque do Tambor  Ah, como é lindo o batuque do Tambor  Na Umbanda linda de Nosso Senhor  Na Umbanda linda de Nosso Senhor  É a mensagem que enaltece os Orixás  É a oração que elevo ao senhor  É a vibração que nos faz incorporar  Sem batuque na umbanda  Não se pode trabalhar  Eu não sabia, mas agora aprendi  Que o canto faz a gira de Umbanda  Quem canta, encanta a vida dos Orixás  É uma benção, divina que emana muita paz"  Autor Desconhecido 
Curimba é o nome que damos para o grupo responsável pelos toques e cantos sagrados dentro de um terreiro de Umbanda. 
São eles que percutem os atabaques (instrumentos sagrados de percussão), assim como conhecem cantos para as muitas “partes” de todo o ritual umbandista. 
Esses pontos cantados, junto dos toques de atabaque, são de suma importância no decorrer da gira e por isso devem ser bem fundamentados, esclarecidos e entendidos por todos nós. 
Muitas são …

OS NOMES SIMBÓLICOS DOS GUIAS DE UMBANDA

Imagem
OS NOMES SIMBÓLICOS DOS GUIAS DE UMBANDAPesquisa Realizada por Maria de Fátima Gonçalves  Base de pesquisa “Teologia de Umbanda Sagrada” e “TRATADO GERAL DE UMBANDA”, autor: Rubens Saraceni, Editora Madras 
INTRODUÇÃO- O QUE É MISTÉRIO 
Cada Guia Espiritual de Umbanda Sagrada é um iniciado no Mistério que seu nome simboliza ou oculta. 
Mistério é algo que em si mesmo traz as condições de realizar-se. Está em tudo e em todos, como faculdade e poder ativos ou em estado potencial. Um mistério está no princípio, no meio e no fim de tudo e de todos. Em algumas coisas, está como qualidade intrínseca. Em outras está como qualidade extrínseca. Mas em todas as coisas está presente, ainda que não possamos identificar sua presença em nível material. 
Mistério é algo que está em Deus e no que Ele criou, gerou e emanou. É algo que está no Criador como uma de Suas faculdades e está na Sua Criação como Sua qualidade. 
Exemplo: o Mistério direcionador: Em Deus, tudo é direcionado e tudo o que Ele gera tra…

Interpretação de Pontos Cantados

Imagem
Interpretação de Pontos Cantados  Por Brito Irmão 
Este é um “Ensaio” sobre a interpretação de alguns “Pontos Cantados” da Tenda Espírita Nossa Senhora da Piedade Estudo e interpretação livre realizado pelo amigo, irmão e aluno Brito Irmão, em Abril de 2006, à partir dos estudos de Teologia de Umbanda Sagrada. 
Pontos Cantados 
Os pontos cantados trazem revelações importantes, em frases que aparentemente só estariam ali para compor rimas. 
O Mistério Caboclo é o mais revelador destes detalhes e aponta de forma mais direta para as hierarquias de origem; já os pontos cantados dos Pretos Velhos, são mais ocultadores, porque usam termos de origem africana que não são inteligíveis por quem não conhece esses idiomas. 
Podemos ainda classificar os pontos como identificadores e louvadores. 
Nos pontos de louvação a identificação se dá com a linha de forças e com Oxalá. 
Nos pontos identificadores, identificamos a atuação de mistérios específicos. 
Vamos tentado retirar de alguns pontos que nos dão p…