Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2021

Orixá Oxumaré - Deus do Amor e suas outras formas de representação em culturas diversas

Imagem
Orixá Oxumaré-Deus do Amor e suas outras formas de representação em culturas diversas Oxumaré, Eros, Kâma, Heindal, Angus Óg, Tamuz.  Comentário:  Oxumaré — Divindade da Umbanda, é o Trono Masculino do Amor, absorve o amor em desequilíbrio de forma ativa reconduzindo o ser ao caminho do equilíbrio. Cósmico, pune quem dá mau uso ou se aproveita dessa qualidade divina com más intenções. Fator renovador, atua “reciclando”, renovando, a vida do ser. Divindade da alegria, nos ajuda também a sermos mais crianças, puros. Elemento cristalino-mineral muito presente nas cachoeiras. Sua cor é o colorido do arco-íris. Faz par com Oxum, nesta linha do amor, onde numa cachoeira quando vemos suas águas caírem em queda, na luz do Sol, Oxumaré se faz presente no arco-íris que se forma do vapor d‘água, subindo até a cabeceira da cachoeira.  Ponto de força na cachoeira.  Cor: todas as cores do arco-íris.  Pedra: Fluorita.  Eros — Divindade grega, Cupido entre os romanos, filho de Afrodite e Ares, dispa

Orixá Oxum-Deusa do Amor

Imagem
  Orixá Oxum-Deusa do Amor e suas outras formas de representação em culturas diversas   Oxum, Afrodite, Vênus, Hebe, Concórdia, Carmenta, Juturna, Pax, Lakshmi, Ganga, Ranu Bai, Hator, Ísis, Bast, Freyja, Blodeuwedd, Allat, Ishkhara, Kwan Yin, Chang Um, Tsai Shen, Kwannon, Maile, Erzulie, Astarte, Xochiquetzal, Chu-Si Niu, Sammuramat, Branwen, Anahita, Erzulie Freda, Partaskeva, Caritas ou Graças, Branwen. Comentário:  Oxum — Divindade de Umbanda, é o Trono Feminino do Amor, irradia o amor o tempo todo de forma passiva não forçando ninguém a vivenciá-lo, mas sustentando a todos que têm amor.  Fator agregador e conceptivo, traz a energia e o magnetismo de Amor, que agrega e une desde os átomos e planetas até as pessoas. Também atua nas concepções através dessas uniões que se estabelecem a partir de suas qualidades.  Elemento mineral, rios e cachoeiras são seu ponto de força. Pode ser simbolizada ainda por um coração, a ela são feitos os pedidos para o amor em todos os sentidos. Também c

Salve Ogum!

 

Dia de Ogum

 

Relato baseado em vivência espiritual - Conduzido por várias entidades

Imagem
  O ano passado, 2020, marcou a humanidade e a cada um de nós afetou de alguma forma A pandemia se estabeleceu e em todos os países modificou rotinas, hábitos, ceifou vidas e um grande esforço foi e está, hoje, abril/2021, sendo necessário para sua contenção. Nunca foi tão exigido o esforço individual com vistas ao coletivo. Nós, Umbandistas, universalistas e grande parte dos espiritualistas, bem como espiritas, há tempos ouvimos alertas da espiritualidade quanto à Transição Planetária, ou seja, o grande movimento de mudança da Terra que passará de planeta de provas e expiações para outra categoria: Regeneração.  Esse movimento de mudança do planeta convida o ser humano a evoluir pela modificação de sua conduta moral, pelo auto conhecimento e pela observação às leis que regulam a natureza e as sociedades. A pandemia está no mundo exigindo de cada um e de todos mudanças, mais empatia, solidariedade, é um convite à fraternidade. O momento exige tais mudanças porque o processo de transiçã

A Umbanda será a Religião do Futuro?

Imagem
A Umbanda será a Religião do Futuro?    A Umbanda é uma religião sem dogmas, sem tabus. Diferente de outras que se sustentam nesses "pilares" e, talvez, por conta disso, cresce a descrença nas religiões.  Muitos perderam a fé por causa da hipocrisia, dos valores distorcidos, dos preconceitos "velados" e por serem revelados os que agem de má fé abusando de todas as formas da fragilidade das pessoas. Na Umbanda, cada casa funciona segundo a determinação da espiritualidade e seu sacerdote é quem tudo coordena. Existem casas que fazem preleções explicando à assistência sobre a missão da Umbanda e dos trabalhos realizados na casa que podem ser bem diversos de uma para outra casa de Umbanda, além da maior ou menor influência de outra religião que determina seus ritos e liturgia. Na Umbanda aprendemos com outras religiões e somos orientados pela espiritualidade a fazê-lo pelo nosso crescimento individual e coletivo. Os atendimentos são realizados de forma diferente também

Sincretismo Umbandista

Imagem
Sincretismo Umbandista   O sincretismo foi uma espécie de resistência do negro escravizado. Para permanecer fiel a sua fé, essa foi a maneira encontrada de seguir a tradição religiosa mantendo vivos seus ritos e cultos. Foi fundamental para que sobrevivesse o culto de nação (Cultos Afros) que por sua vez deram origem ao Candomblé que é Culto Afro-Brasileiro.  Foi nesse momento histórico que nasceu o sincretismo em nossa cultura. O Candomblé, hoje em dia, tem duas vertentes: Uma conserva o sincretismo e a outra não. A última isola o santo do Orixá e o slogan conhecido é o seguinte - apenas como exemplo porque existem outros slogans -    "Santa Bárbara não é Yansã". Na Umbanda, que não nasceu durante o período da escravidão, o sincretismo foi conservado, tanto que na primeira tenda aberta pelo Sr. Zélio, fundador da Umbanda em parceria com o Caboclo das Sete Encruzilhadas, Santos Católicos dividem espaço com os Orixás. A influência da religião católica é, portanto, forte na Umb