Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2021

Dia de Ogum

 

Relato baseado em vivência espiritual - Conduzido por várias entidades

Imagem
  O ano passado, 2020, marcou a humanidade e a cada um de nós afetou de alguma forma A pandemia se estabeleceu e em todos os países modificou rotinas, hábitos, ceifou vidas e um grande esforço foi e está, hoje, abril/2021, sendo necessário para sua contenção. Nunca foi tão exigido o esforço individual com vistas ao coletivo. Nós, Umbandistas, universalistas e grande parte dos espiritualistas, bem como espiritas, há tempos ouvimos alertas da espiritualidade quanto à Transição Planetária, ou seja, o grande movimento de mudança da Terra que passará de planeta de provas e expiações para outra categoria: Regeneração.  Esse movimento de mudança do planeta convida o ser humano a evoluir pela modificação de sua conduta moral, pelo auto conhecimento e pela observação às leis que regulam a natureza e as sociedades. A pandemia está no mundo exigindo de cada um e de todos mudanças, mais empatia, solidariedade, é um convite à fraternidade. O momento exige tais mudanças porque o processo de transiçã

A Umbanda será a Religião do Futuro?

Imagem
A Umbanda será a Religião do Futuro?    A Umbanda é uma religião sem dogmas, sem tabus. Diferente de outras que se sustentam nesses "pilares" e, talvez, por conta disso, cresce a descrença nas religiões.  Muitos perderam a fé por causa da hipocrisia, dos valores distorcidos, dos preconceitos "velados" e por serem revelados os que agem de má fé abusando de todas as formas da fragilidade das pessoas. Na Umbanda, cada casa funciona segundo a determinação da espiritualidade e seu sacerdote é quem tudo coordena. Existem casas que fazem preleções explicando à assistência sobre a missão da Umbanda e dos trabalhos realizados na casa que podem ser bem diversos de uma para outra casa de Umbanda, além da maior ou menor influência de outra religião que determina seus ritos e liturgia. Na Umbanda aprendemos com outras religiões e somos orientados pela espiritualidade a fazê-lo pelo nosso crescimento individual e coletivo. Os atendimentos são realizados de forma diferente também

Sincretismo Umbandista

Imagem
Sincretismo Umbandista   O sincretismo foi uma espécie de resistência do negro escravizado. Para permanecer fiel a sua fé, essa foi a maneira encontrada de seguir a tradição religiosa mantendo vivos seus ritos e cultos. Foi fundamental para que sobrevivesse o culto de nação (Cultos Afros) que por sua vez deram origem ao Candomblé que é Culto Afro-Brasileiro.  Foi nesse momento histórico que nasceu o sincretismo em nossa cultura. O Candomblé, hoje em dia, tem duas vertentes: Uma conserva o sincretismo e a outra não. A última isola o santo do Orixá e o slogan conhecido é o seguinte - apenas como exemplo porque existem outros slogans -    "Santa Bárbara não é Yansã". Na Umbanda, que não nasceu durante o período da escravidão, o sincretismo foi conservado, tanto que na primeira tenda aberta pelo Sr. Zélio, fundador da Umbanda em parceria com o Caboclo das Sete Encruzilhadas, Santos Católicos dividem espaço com os Orixás. A influência da religião católica é, portanto, forte na Umb