Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

Umbanda - Catimbó e Jurema - Ervas de poder – Seu Zé Pelintra -

Imagem
Umbanda - Catimbó e Jurema -  Ervas de poder – Seu Zé Pelintra -

A Umbanda o que é?
É preciso entender para não misturar e compreender, assimilar, só mesmo estudando e finalmente concluindo.
É certo que a Umbanda tem semelhanças com outros cultos e religiões, como por exemplo, com o Catimbó ou Linha de Mestres da Jurema que também é uma religião brasileira, assim como a Umbanda.
O Catimbó nasceu em Pernambuco.
Além do Catimbó, existem outras religiões brasileiras como é o caso do Daime.
O Catimbó foi influenciado pelas seguintes culturas:
Indígena – Européia – Afro -
Apesar das três influências, o Catimbó assumiu um perfil mais ligado ao Catolicismo, da cultura européia.
Ainda da cultura européia, herda a magia mesclando-a a cultura indígena do Toré que é uma cultura que adota um  ritual com música, dança e transe a partir da presença de uma erva chamada Jurema.
A erva da Jurema pode ser classificada em três categorias: branca, vermelha e preta. Delas os indígenas fazem uma infusão e, antes d…

Continuum Mediúnico – Espiritismo – Candomblé – Umbanda -

Imagem
Continuum Mediúnico – Espiritismo – Candomblé – Umbanda -
A primeira manifestação do Caboclo das Sete Encruzilhadas aconteceu por intermédio de Zélio F. de Moraes, dentro de um centro Espírita na cidade de Niterói-RJ.
A Umbanda, portanto, foi anunciada dentro de um centro Espírita Kardecista e, entre Umbanda e Espiritismo existem algumas curiosidades como, por exemplo, a questão dos Guardiões, Exus, para nós que somos Umbandistas. Essas entidades são mencionadas na obra de Chico Xavier como guardiões das casas Espíritas, ou seja, entidades espirituais que zelam pela proteção da casa.
Outra curiosidade entre a Doutrina e a Religião de Umbanda é a questão do sexo. A Doutrina nos diz que ora o espírito encarna como homem, ora como mulher. Rubens Saraceni lança um novo olhar nessa questão, lança seu olhar Umbandista e nos diz que o espírito, em sua natureza, ou essência, pode ser mais ou menos passivo ou ativo tanto na natureza feminina quanto masculina e que aquele que tem uma natureza mascul…

Conceito de pecado e carma sob a ótica de uma Umbandista

Imagem
Conceito de pecado e carma sob a ótica de uma Umbandista
Sabemos que a Umbanda sofreu influências de muitas religiões, dentre elas, o Catolicismo e o Espiritismo.

Tal influência deixou seu legado, como por exemplo, os conceitos de pecado (Catolicismo) e Carma (Espiritismo).

A proposta da Umbanda, a meu ver é outra, ela liberta do pecado e suaviza o carma, ao mesmo tempo convoca seus adeptos a auto-analise e responsabilidade levando o ser a refletir acerca das consequências de seus atos dentro e fora de seus lares.

A ninguém a Umbanda condena ou lança às chamas do fogo eterno, antes sim propõe a renovação do ser humano a partir do despertar de sua consciência e encaminha essa nova consciência, a uma nova etapa de vida, onde valores como o respeito ao Sagrado e ao outro são os pilares nos quais se sustenta.

Na Umbanda, o conceito de carma, na minha forma de pensar, é relativo, pois a ninguém obriga, ou induz à obrigação, de aceitar com mansidão o jugo que não lhe pertença.

Penso que na Umband…

UMBANDA E ESPIRITISMO NO BRASIL

Imagem
UMBANDA E ESPIRITISMO NO BRASIL
O Espiritismo no Brasil é religioso, por isso foi aceito com rapidez e muito respeito. Algumas pessoas colaboraram para que a Doutrina dos Espíritos fosse bem aceita e respeitada aqui em terras brasileiras.

Dr. Bezerra de Menezes é uma dessas pessoas.

Espírita, médico, atuante político, foi Presidente da Federação Espírita do Brasil exercendo forte influência no meio Espírita e colaborando com a consolidação definitiva do Espiritismo Brasileiro.
Dr. Bezerra de Menezes foi e é muito respeitado, inclusive no meio Umbandista onde é considerado chefe de falange dos “Médicos do Astral”, liderando amplo trabalho de cura em parceria com outras linhas.
Dr. Bezerra formatou o Espiritismo no Brasil.
Além dele, podemos citar Edgard Armond que criou o modelo do passe espírita amplamente utilizado no meio.
Edgard Armond é o autor da obra “Os Exilados de Capela”, livro influenciado pela obra de outro grande espírita, Chico Xavier.
Chico Xavier tornou o Espiritismo popular no …

Mediunidade – Religião – Obra de Kardec -

Imagem
Mediunidade – Religião – Obra de Kardec -
 Médium é todo aquele que está entre a realidade material e a realidade espiritual. O que tem a capacidade de “inter-mediar”, de ser o medianeiro, o médium.
Existem vários tipos de mediunidade, de capacidades mediúnicas, porém, nunca uma descredencia a outra.
Todas as pessoas são médiuns em maior ou menor grau, o que não quer dizer que uma pessoa seja mais, ou melhor, que a outra como médium.
A partir do momento que Kardec passou a questionar a capacidade mediúnica das pessoas por ele selecionadas para compor o “Livro dos Espíritos”, é que surgiu “ O Livro dos Médiuns”, obra que trata da mediunidade especificamente.
“O Livro dos Médiuns” é uma obra de perguntas e respostas com comentários de Kardec sobre a mediunidade.
Os espíritos respondiam, Kardec anotava, resumia e comentava as respostas dentro do contexto da época que viveu e redigiu a obra, isso é importante observar, pois se passaram mais de cem anos desde então. É importante observar também a …

Diferenças entre Umbanda e Espiritismo

Curiosidades – Allan Kardec e a Codificação – Diferenças entre Umbanda e Espiritismo
A doutrina espírita, codificada por Kardec, é de extrema importância. Seu estudo é fundamental  para que possamos conhecer as razões pelas quais aqui estamos além de nos revelar de onde viemos e para onde vamos depois do desencarne, contudo, espiritismo é uma doutrina e Umbanda é uma religião. Existem muitas diferenças e poucas semelhanças entre uma e outra. Uma das semelhanças entre espiritismo e Umbanda é a mediunidade e a comunicação com os espíritos. Allan Kardec, o codificador da doutrina espírita, criou a palavra espiritismo para identificar a doutrina que é composta por cinco livros.
“Para coisas novas é necessário que se crie novas palavras”.
A frase acima é de Allan Kardec e justifica a criação da palavra espiritismo para identificar a doutrina por ele codificada. Todos que crêem em espíritos e em algo além da matéria são espiritualistas e espíritas são os seguidores da doutrina de Kardec.
Hippolyte…

Lenda Yorubá – Sem Exu não se faz nada -

Imagem
Lenda Yorubá – Sem Exu não se faz nada -

Os Orixás têm origem cultural Africana.
 Na Umbanda os Orixás são tratados de uma maneira diferente daquela do Candomblé.
Umbanda é uma religião, Candomblé é outra religião em algum momento elas se encontram e tem algo em comum, como a mediunidade e o culto de Orixás em si.

O Candomblé tem estrutura diferente da Umbanda, com olhar mitológico para a vida, tudo é explicado por meio de mitologia, ou seja, de lendas.

A título de curiosidade, vamos citar algumas lendas do Candomblé por meio das quais se explicam os Orixás:
Tudo tem origem em Olorum – Oló – Orum: Oló = Senhor/ Orum = céu. Olorum é Deus, é o Senhor do Céu e, também, é chamado de Olodumare, que é o “Senhor supremo dos nossos destinos”.

Olorum criou o primeiro dos Orixás, o mais velho dos Orixás: Oxalá. E deu a Oxalá a incumbência de criar o mundo.
Deu a Oxalá um saco chamado “o saco da criação” e disse a ele:
- “Com esse saco, você vá e crie o mundo”.
Oxalá sai do Orum que é o céu em direção ao …