Série Prosa de Umbanda - O Cambone -




Série "Prosa de Umbanda" - O Cambone - 
por Anna Ponzetta 

Cambone é a pessoa que normalmente está ao lado do médium incorporado por uma entidade espiritual.
Responsável pelo suprimento de material utilizado pela dupla, médium/espírito comunicante, ainda tem por função zelar pela integridade física do médium caso ocorra algum mal entendido durante o atendimento.
Espera-se que o cambone seja bem preparado para a função, pois a mesma exige responsabilidade, disciplina e maturidade, o que de forma alguma tem a ver com idade.
Acompanhar atendimentos muitas vezes não é tarefa fácil, há de se manter a calma, o equilíbrio e principalmente o bom senso para que os problemas alheios não sejam absorvidos ou tomados por causas pessoais.
O sigilo é fundamental, por isso, um bom cambone, assim como um bom médium, jamais deve expor os problemas das pessoas, sejam elas quem forem e como estejam.
Outra função do cambone é estar atento ao teor da conversa mantida entre o consulente e a dupla, médium/espirito. Caso considere a conversa inadequada, seja de qual parte for, deve ele avisar seu superior imediato evitando assim problemas futuros para as partes.
Nos casos em que seus serviços são dispensados, deve o cambone seguir a risca as orientações da casa sobre como proceder em tais situações, evitando assim constrangimentos ou outros problemas.
O cambone pode passar um longo período servindo a mesma dupla, porém, ideal seria que servisse a outras duplas também a fim de enriquecer seu aprendizado.
Aos cambones não é negado o desenvolvimento mediúnico, portanto, servir nessa função não implica em bloqueio de mediunidade, pelo contrário é rico aprendizado a seu favor, pois a experiencia adquirida com tal contato é muito grande conforme relatam alguns cambones.
Existem ainda, cambones que, por uma questão natural, não são médiuns de incorporação e sim doadores energéticos e sustentadores de corrente ou egregora. Tais médiuns costumam seguir na função de cambones por muito tempo.
Almejar ser cambone apenas para obter "privilégios" junto à dupla médium/espirito é mais que infantilidade, antes sim é atestado de total falta de preparo para a função, muito embora seja comum essa postura imatura de lidar com a espiritualidade que é algo muito sério e além de nossa compreensão total.

Aos cambones, Vovó Cambinda da Guiné, entidade à qual sirvo com muita alegria e amor, deixa sua palavra sempre doce e sábia:

Filhos Amados do meu coração,
Cambones de tantos companheiros deste e do outro mundo,
Sou muito grata pelas mãos amigas que sempre nos estendem,
pela paciência e dedicação, agradeço!
Agradeço a boa vontade, o amor e o empenho,
pelas horas nas quais deixam seus lares, muitas vezes sobre fortes protestos vindo a nós se juntarem a fim de praticar a caridade, muito obrigada filhos amados!
Sabemos que a vida é luta constante, mas, não se enganem, pois por aqui ela continua, porém, juntos, somos mais fortes, mais capazes de superar as dificuldades e seguir o nosso rumo, a nossa missão diante do Pai!
Deus abençoe suas mãos amigas, filhos cambones de todas as casas da Terra! Que Ele lhes conceda muita força e luz e eu, sinceramente espero, que a fé jamais esmoreça em seus corações!
Somos gratos, eu e meus companheiros de jornada, por tudo o quanto fazem por nós, auxiliando sempre com tanto carinho e cuidado, zelando por nossos aparelhos amados, doando seu tempo e disposição, por isso e por tudo agradecemos com todo o coração filhos queridos!
Sejam sempre abençoados, protegidos e pelo amor do Pai amparados em suas caminhadas. De nossa parte, podem estar certos que sempre faremos tudo aquilo que nos é permitido fazer em seu beneficio assim como a todos os filhos do Pai!
Sinto muita alegria quando volto à Terra e logo vejo um cambone amoroso e dedicado a me saudar com afeto. Muitas vezes, conheço suas dificuldades e todos os entraves que teve de enfrentar para estar ali servindo, feliz e cheio de boa vontade para cumprir mais uma tarefa na imensa vinha de Nosso Senhor! 
Nessas horas, nosso velho coração bate mais forte e elevamos ao Pai uma prece de gratidão por esses filhos amados que, independente de qualquer coisa, se dispõem a estar ali, ao nosso lado, para servir com amor e fé ao Senhor de todos nós!
Toda missão espiritual é sagrada e precisa ser conservada num lugar muito especial dentro do nosso coração!
Conservem, porém, filhos queridos, o amor ao Pai acima de tudo, pois, sentindo assim, tudo o mais virá por acréscimo de sua infinita bondade e misericórdia!
Quando amamos o Pai, a consequência natural é o amor a tudo e a todos!
Fica ai essa palavra, prá se pensar!
Eterno amor dessa nega,
Vovó Cambinda
Annapon

Comentários

  1. Salve Vovó Cambinda! Ela é muito Linda..., Amorosa
    é nota Mil !!! Adoro Ela.
    Saude e Paz a todos ! Oxalá abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beth!
      Grata pela gentileza e por nos acompanhar!
      Seja sempre bem vinda!
      Axé!
      Annapon

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Características dos filhos dos orixás, personalidade dos filhos de Oxalá, Yemanjá, Oxum, Ogum, Oxossi, Yansã, Xangô

Orixá de Frente – Orixá Adjunto – Orixá Ancestral – A natureza humana -

Firmeza e Assentamento (Umbanda)