Carta a Seu Zé Pelintra

 




Eh! Seu Zé!

Como é bonito ver o povo chamando pelo senhor e recebendo sua benção e proteção! 

Sua presença é marcante, sua luz inspira alegria, fortalece a fé do povo!

Levanta poeira quando chega porque ele é Zé Pelintra e se o assunto for polêmico, brilha ainda mais sua sabedoria, é jogo de cintura, é malandragem que ajeita tudo e traz harmonia.

É bonito seu panamá, bonito é o povo usando seu chapéu que é ferramenta de trabalho, bem colocado na cabeça, organiza pensamentos e desconstrói certezas ampliando horizontes de possibilidades.

Ele é Zé Pelintra, padrinho de tanta gente que nunca abandona o povo. Está sempre ao lado de quem tem fome de pão e de saber, luta pela justiça e pelo povo trabalhador, pela mulher sem recursos cheia de bocas para alimentar, pelo homem cansado de tanto dar duro e não ter um teto para morar. Por toda a gente luta seu Zé, para ele não existe preconceito ou discriminação.

É tão bonito ver o povo lhe chamar! E é tão lindo quando sua resposta chega alegrando corações antes oprimidos pela sensação de abandono. É tão bom e tão bonito tudo isso!

O que a maioria não sabe é que seu trabalho não tem fronteiras, que o senhor tem luz que cura e que transita entre mundos de diversas dimensões, talvez, a palavra que melhor o defina seja flexibilidade, ou seria adaptação? Melhor pensar que nenhuma palavra tem o poder de definir o que não se define porque apenas existe.

Pai, padrinho, amigo, é tão bom saber que podemos contar com o senhor a qualquer hora e em todos os momentos de nossas vidas! Deus permita que sempre sejamos gratos por todo o bem que o senhor faz a tanta gente e que nos momentos de alegria, possamos nos lembrar do senhor, mesmo que seja em nosso intimo, sem dar noticia a ninguém, e lhe agradecer!

É tão bom vê-lo trabalhar, sentir sua energia que enche o nosso coração de alegria e esperança! É tão bom saber que o senhor cuida da gente e da nossa família, tão bom ouvir seu conselho que nos inspira à união, ao perdão e desapego de coisas tão bobas que ainda insistimos em valorizar, desculpe a gente pela "pequeninice" e nos ajude a sermos melhores, mais dignos de todo o bem que recebemos.

Sua benção padrinho querido! E que se estenda por todo o mundo sua luz, levando alegria, saúde, harmonia e paz aos corações!

Sou grata por tudo e confesso ser sua fã!

Com amor para sempre,

Anna Pon

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Características dos filhos dos orixás, personalidade dos filhos de Oxalá, Yemanjá, Oxum, Ogum, Oxossi, Yansã, Xangô

Orixá de Frente – Orixá Adjunto – Orixá Ancestral – A natureza humana -

Firmeza e Assentamento (Umbanda)