Carta a Seu Zé Pelintra

 




Eh! Seu Zé!

Como é bonito ver o povo chamando pelo senhor e recebendo sua benção e proteção! 

Sua presença é marcante, sua luz inspira alegria, fortalece a fé do povo!

Levanta poeira quando chega porque ele é Zé Pelintra e se o assunto for polêmico, brilha ainda mais sua sabedoria, é jogo de cintura, é malandragem que ajeita tudo e traz harmonia.

É bonito seu panamá, bonito é o povo usando seu chapéu que é ferramenta de trabalho, bem colocado na cabeça, organiza pensamentos e desconstrói certezas ampliando horizontes de possibilidades.

Ele é Zé Pelintra, padrinho de tanta gente que nunca abandona o povo. Está sempre ao lado de quem tem fome de pão e de saber, luta pela justiça e pelo povo trabalhador, pela mulher sem recursos cheia de bocas para alimentar, pelo homem cansado de tanto dar duro e não ter um teto para morar. Por toda a gente luta seu Zé, para ele não existe preconceito ou discriminação.

É tão bonito ver o povo lhe chamar! E é tão lindo quando sua resposta chega alegrando corações antes oprimidos pela sensação de abandono. É tão bom e tão bonito tudo isso!

O que a maioria não sabe é que seu trabalho não tem fronteiras, que o senhor tem luz que cura e que transita entre mundos de diversas dimensões, talvez, a palavra que melhor o defina seja flexibilidade, ou seria adaptação? Melhor pensar que nenhuma palavra tem o poder de definir o que não se define porque apenas existe.

Pai, padrinho, amigo, é tão bom saber que podemos contar com o senhor a qualquer hora e em todos os momentos de nossas vidas! Deus permita que sempre sejamos gratos por todo o bem que o senhor faz a tanta gente e que nos momentos de alegria, possamos nos lembrar do senhor, mesmo que seja em nosso intimo, sem dar noticia a ninguém, e lhe agradecer!

É tão bom vê-lo trabalhar, sentir sua energia que enche o nosso coração de alegria e esperança! É tão bom saber que o senhor cuida da gente e da nossa família, tão bom ouvir seu conselho que nos inspira à união, ao perdão e desapego de coisas tão bobas que ainda insistimos em valorizar, desculpe a gente pela "pequeninice" e nos ajude a sermos melhores, mais dignos de todo o bem que recebemos.

Sua benção padrinho querido! E que se estenda por todo o mundo sua luz, levando alegria, saúde, harmonia e paz aos corações!

Sou grata por tudo e confesso ser sua fã!

Com amor para sempre,

Anna Pon


Conheça meu trabalho de psicografia literária. Além dos títulos abaixo listados, há ainda os publicados pela Editora do Conhecimento, a saber:

"A História de Pai Inácio", "A Cabana de Pai Inácio" e "Carmem Maria"

ATENÇÃO: LANÇAMENTO NO CLUBE DE AUTORES

"Vô Benedito nos Tempos da Escravidão" novo trabalho psicografado por Anna Pon. 
Transmitido por Vô Benedito (Espírito)
Já à venda no Clube de Autores e nas melhores livrarias do Brasil
Nas versões impresso e e book acesse o link!



"Serena" trabalho psicografado por Anna Pon 
Transmitido pelos espíritos Pai Inácio e Shàa
À venda no Clube e nas melhores livrarias do Brasil
Nas versões impresso e e book acesse o link!



"Maria Baiana e a Umbanda"
Uma psicografia de Anna Pon pelo espirito de Maria Baiana
Disponível nos formatos e book e capa comum, já a venda em
Amazon.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Características dos filhos dos orixás, personalidade dos filhos de Oxalá, Yemanjá, Oxum, Ogum, Oxossi, Yansã, Xangô

Orixá de Frente – Orixá Adjunto – Orixá Ancestral – A natureza humana -

Firmeza e Assentamento (Umbanda)